Artes"De Um Tudo"
Projeto Hei de Fazer Diferente
Criação e Coordenação ELIZABETH CUNHA

MOLDES E ESQUEMAS

MOLDES E ESQUEMAS PASSO A PASSO



BRINQUEDOS QUE RESPEITAM O MEIO AMBIENTE
* visite nosso ponto de Exposições e vendas em Nilópolis
Entre em contoto conosco pelo Facebook #artesdeumtudo


 

Espetáculo Teatral de Marionetes e Fantoches 

"Cada Um No Seu Cada Um"

Texto e Concepção Teatral: Elizabeth Cunha
Público alvo: CRIANÇAS
Entre em contato pelo Facebook #artesdeumtudo.

Primeiro Momento Higiene Pessoal e Ambiental

A importância da higiene e do meio ambiente.

Interação: Atrizes / manipuladoras, fantoche Joaninha e platéia.

Segundo momento  - Combate diário da dengue

A saúde é um bem que devemos preservar. Higiene e prevenção.

Demonstração: Construção da Mosquiteca e sua aplicação.

Interação: Fantoche Joaninha, Fantoche do Mosquito da Dengue.

Atrizes / manipuladoras, platéia e marionetes dançando: Nina Clara (coelha), Cavalinho Chiquinho,

Marquinho Brasileiro (cachorro), Bruxa Dedéa, Dona Aranha, Marionete Merengue e Maria Gáia - A Boneca Gigante.

Terceiro momento – Valorização da cultura brasileira

Homenagem ao samba com a Passista Morena e Maria Gáia.

Quarto momento – Debate

A importância de Preservar e Conservar o Meio Ambiente.

Manipuladores conversam com a platéia e falam sobre os materiais usados nos bonecos e a importância de retirar

do meio ambiente o “lixo” e transformá-lo, de forma lúdica e prazerosa, em outra função evitando assim poluir o

meio ambiente e conseqüentemente preservando a saúde de todos.

Quinto momento

Distribuição de folheto ensinando a fazer a mosquiteca e lembrando os cuidados para prevenir a epidemia.

Espetáculo Teatral de Marionetes

                          A ÁGUA

Texto e Concepção Teatral: Elizabeth Cunha
Público alvo: CRIANÇAS
Entre em contato pelo Facebook #artesdeumtudo.

MENSAGENS: *Consciência Ecológica.   * Respeito ao Sexo Feminino e a criança.   *Solidariedade e Paz.
REFLEXÃO: *Reutilizar, Reduzir, Reciclar e evitar o desperdício dos recursos naturais é um dos maiores desafios em todo o mundo.
OBJETIVO:
Desenvolver o espírito crítico da criança em relação às pessoas que possuem água e não tem noção da sua importância.

ESTRATÉGIA: A história é desenvolvida usando-se bichos e músicas do
mundo infantil e do folclore brasileiro, assim evitando fazer, diretamente, uma
correspondência com familiares, já que os adultos apreciam muito esse tipo de espetáculo.
RESUMO: No decorrer da peça, os bichos fêmeas dançam músicas do folclore brasileiro e tentam beber a
água do urubu Carlos, mas ele, numa atitude egoísta, só deixa beber bicho adulto e macho.
DESENVOLVIMENTO: De forma lúdica e usando os personagens: urubu, cobra, coelha, boi, cavalo,
filhotes, bruxa, boneca gigante a peça vai mostrando o desperdício de água através de um comportamento
irresponsável e egoísta.
Entrando em cena várias vezes, os bichos desperdiçam água. Finalmente um bicho macho seu
amigo que pode beber à vontade, não valorizando esse precioso líquido, brincando... Derruba
o último balde cheio e... Foge. Carlos com muita sede procura água, lambe o chão e desmaia.
Vem ao seu socorro um bicho fêmea - Coelhinha Nina Clara trazendo água e salvando a sua vida.
"Um copo de água não se nega a ninguém", mas se desperdiçarmos... Quem terá água para dar?
NECESSIDADES: PALCO com mínimo de 5mx6m, luz e som.